Nesta matéria vamos dar algumas dicas para fotografar espaços internos sem problemas. Marcamos 5 dicas básicas que vão ajudar você a deixar as suas imagens com uma aparência profissional

1. Uma grande angular é essencial

Na necessidade de captar um espaço inteiro, ainda mais quando ele é mais apertado, só uma lente grande-angular salva.
Até mesmo quando você tem espaço para dar uns passinhos para trás a grande-angular dá a sensação de estar ali no meio do lugar fotografado, pois simula levemente a nossa visão periférica.

ISO 100, 10mm, f/2.8, 1/60seg

2. O tripé é seu melhor amigo

Além de querer o máximo de nitidez queremos liberdade para compor a foto da melhor forma. A maior vantagem de fotografar objetos que não são pessoas é que eles não se mexem ou piscam, então você pode compor a foto com muita calma e cuidado e conseguir o resultado perfeito em somente um click. E para isso nada como um tripé deixando a câmera exatamente onde você quer que ela esteja!
Uma vantagem interessante também é poder usar tempos de exposição mais longos – em uma situação onde a nitidez é muito importante mas a luz é escassa você pode manter o ISO baixo, a abertura num valor mais alto e sacrificar o tempo de exposição. A foto abaixo foi feita com 2 segundos de exposição, por exemplo! Só com um tripé eu conseguiria esse resultado, pois sem ele seria necessário aumentar o ISO e o ruído iria começar a aparecer.

ISO 200, 10mm, f/11, 2s

O tripé também faz par com a próxima dica, que é…

3. Foco manual para fotos super nítidas

Com a câmera presinha no tripé usar o foco manual fica moleza: você garante o melhor foco e o tripé garante que ele continuará no lugar certo!

4. Dicas para fotografar: Live view

Quando o live view apareceu pela primeira vez nas câmeras reflex a galera mais radical ficou desesperada. Achavam que isso era coisa de compacta e que câmeras profissionais não deveriam ter essas facilidades. Besteira! O live view se tornou meu meio preferido de fotografar tudo, de pessoas à paisagens. No caso das fotos de interiores as vantagens são imensas:

  • A sua câmera vai estar em um tripé e em uma altura que pode não ser a sua, então encaixar o olhinho no visor fica bem chato e desconfortável;
  • Fazer o foco manual vai ser muito mais prático, afinal você poderá dar zoom em um local específico e conseguir o foco mais que perfeito.

5. De olho nos detalhes

Além de todo o cuidado com a foto em si lembre-se de olhar para os detalhes no espaço que você está fotografando. Na foto anterior, por exemplo, eu interferi bastante na “cena” tirando fios aparentes, virando as tampas dos lixos todas para o mesmo lado e empurrando uma mesa pro outro lado. Às vezes você vai interferir menos, mas lembre-se que só porque está aparecendo um monte de coisa ao mesmo tempo não quer dizer que a foto não terá defeitos!

ISO 250, 10mm, f/4.5, 1/60seg

Caso não consiga interferir no espaço lembre-se de ir de um lado para o outro procurando os ângulos que são mais interessantes e com menos interrupções.

Leia também:

https://photoarts.com.br/magazine/dicas-essenciais-de-fotografia-para-iniciantes/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here